Usiminas investirá R$ 92 mi em área poluída no RJ

Expectativa é que área de 560 mil metros quadrados seja recuperada em 18 meses

Mônica Ciarelli, da Agência Estado,

26 de abril de 2011 | 12h56

A Usiminas anunciou nesta terça-feira, 26, que irá investir R$ 92 milhões na recuperação da área da antiga fábrica Ingá Mercantil, em Itaguaí (RJ). O terreno de 850 mil metros quadrados foi adquirido pela Usiminas em 2008. O presidente da empresa, Wilson Brummer, explicou que será recuperada uma área de 560 mil metros quadrados, que estava poluída com cerca de 2 milhões de toneladas de rejeito tóxicos. A expectativa é de que esse processo de recuperação esteja pronto em 18 meses.

O terreno, onde será instalado o novo porto da Usiminas, pertencia a uma das sócias da antiga Mineração Areiense S.A (Masa), do grupo metalúrgico Ingá, que teve falência decretada em dezembro de 1998. O grupo, que processava zinco no município de Vazante, no noroeste de Minas Gerais, deixou um grande volume de rejeitos resultantes do beneficiamento do mineral que não foram tratados adequadamente.

O terreno foi arrematado pela Usiminas em leilão em junho de 2008, por R$ 72 milhões, a partir de um compromisso firmado pela siderúrgica de remediar o problema ambiental antes de construção do porto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.