Usiminas tem prejuízo de R$112 mi no 1o tri e culpa crise

A Usiminas anunciou nesta quarta-feira prejuízo líquido de 112 milhões de reais no primeiro trimestre do ano, contra lucro de 712 milhões de reais em igual período de 2008. O resultado ficou bastante abaixo da estimativa de analistas consultados pela Reuters.

REUTERS

13 de maio de 2009 | 21h14

A companhia divulgou geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de 332 milhões de reais, queda de 73 por cento na mesma comparação. A margem no período passou de 35 para 12,4 por cento.

"Os resultados registrados, muito aquém dos normalmente alcançados pela Usiminas, são conjunturais e decorrentes do cenário atual de estresse econômico pelo qual estamos passando, e que refletiu negativamente no mercado brasileiro e mundial de aços planos", afirmou o presidente da siderúrgica, Marco Antônio Castello Branco, em comunicado.

A receita líquida da empresa caiu 25 por cento entre o primeiro trimestre de 2008 e os primeiros três meses deste ano, para 2,67 bilhões de reais.

Analistas consultados pela Reuters previam, em média, lucro líquido de 243,8 milhões de reais, com previsões variando de ganhos de 91 milhões a 397 milhões de reais.

(Por Eduardo Simões)

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIAUSIMINASRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.