Usina de Araucária e Petrobras não renovam contrato

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) anunciou nesta quarta-feira, 5, em comunicado, que o contrato de locação de Usina Termelétrica de Araucária - firmado entre a controlada UEG Araucária (Uega), proprietária do estabelecimento, e a Petrobras - expirou na sexta-feira, 31, e não foi renovado.

AE, Agencia Estado

05 de fevereiro de 2014 | 18h34

De acordo com a Copel, a operação da usina voltou a ser de responsabilidade da Uega desde sábado, 1, mas este retorno ainda depende de autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A Copel tem 80% do capital social da Uega, enquanto os 20 % restantes pertencem à Petrobras.

Tudo o que sabemos sobre:
EnergiadistribuidorarenovaçãoCopel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.