Usina de etanol da Bunge abastecerá Norte e Nordeste

A Bunge vai produzir etanol para abastecer o Norte e o Nordeste brasileiro a partir da unidade que inaugura hoje em Pedro Afonso, em Tocantins. Com capacidade de moagem de 2,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, o primeiro projeto ?greenfield? (construído do zero) da Bunge foi erguido em uma região pioneira, onde não há outras usinas de cana num raio de mais de mil quilômetros.

EDUARDO MAGOSSI, Agencia Estado

21 de julho de 2011 | 08h50

Ao instalar a usina próxima da ferrovia Norte-Sul, a Bunge pretende utilizar a rede ferroviária para levar o etanol até o porto de Itaqui, no Maranhão, de onde seguirá por cabotagem até as regiões consumidoras do Norte e Nordeste. ?Esse esforço logístico vai reduzir o custo de transporte em 50%?, disse Pedro Parente, presidente da Bunge do Brasil, à Agência Estado.

Segundo ele, foram investidos R$ 600 milhões na unidade de Tocantins, construída em menos de dois anos apenas com recursos próprios - a japonesa Itochu detém 20% do projeto. ?Toda nossa cana é própria, e 100% da colheita será mecanizada?, disse o executivo.

A produção de etanol da nova usina será de 120 milhões de litros. Além disso, a usina Pedro Afonso também produzirá 180 gigawatt/hora de bioeletricidade usando o bagaço de cana. O volume de energia produzido pela usina Pedro Afonso será suficiente para abastecer uma cidade de 300 mil habitantes. Segundo Parente, somente na cogeração, os investimentos chegaram a US$ 20 milhões.

A Bunge entrou no mercado sucroalcooleiro em 2008, quando adquiriu 80% da Usina Santa Juliana, em Minas Gerais, e a Usina Monte Verde, em Mato Grosso do Sul, que produz apenas etanol. A consolidação de sua participação neste setor veio no final de 2009, com a aquisição de cinco usinas do grupo Moema, localizadas em São Paulo e Minas Gerais.

Com a entrada em operação da Pedro Afonso, as oito usinas da Bunge vão processar 21,5 milhões de toneladas e produzir cerca de 1 milhão de toneladas de açúcar e 1 bilhão de litros de etanol.

Tudo o que sabemos sobre:
combustíveisetanolusinaBunge

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.