Vale aprova projeto de expansão da Samarco

Mineradora controla 50% da Samarco e a BHP Billiton os demais 50%

Agência Estado,

29 de abril de 2011 | 11h51

A Vale informa que o conselho de administração da empresa aprovou o projeto da quarta planta pelotizadora da Samarco. A Vale controla 50% da Samarco e a BHP Billiton os demais 50%. O projeto inclui a construção da quarta planta pelotizadora com capacidade de 8,3 Mtpa (toneladas métricas por ano), o que aumenta a capacidade de produção de pelotas de minério de ferro da Samarco a 30,5 Mtpa, e a expansão do terminal marítimo Ponta Ubu, no Estado do Espírito Santo, da capacidade de processamento na mina do Germano, em Minas Gerais, e a construção da terceira linha do mineroduto de 396 quilômetros de extensão que liga a mina à planta pelotizadora.

Segundo a Vale, o start up está programado para o primeiro semestre de 2014 e o investimento total é estimado em US$ 3,0 bilhões, valor que não faz parte do programa de investimentos próprios da Vale. A estimativa de capex foi baseada nas premissas da Vale, incluindo a evolução da taxa de câmbio BRL/USD.

"A terceira linha do mineroduto adicionará 20 Mtpa à capacidade atual, o que não apenas irá atender às necessidades de transporte do projeto, mas também permitirá futuras expansões", informa a empresa em comunicado.

Todas as licenças de instalação requeridas para a implementação do projeto já foram concedidas pelas autoridades competentes, segundo a Vale.

Tudo o que sabemos sobre:
ValeSamarcoBHPminério

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.