Vale aprova proposta de incorporação da Mineradora Onça Puma

O conselho de administração da Vale aprovou nesta quinta-feira a proposta de incorporação de sua subsidiária integral Mineração Onça Puma (MOP), dando sequência ao processo de corte de custos já anunciado pela empresa. Em nota, a Vale justificou a incorporação dizendo que ela simplifica a estrutura societária da empresa, além de melhorar a alocação de recursos e reduzir custos. Ao mesmo tempo, a operação mantém compromissos assumidos pela empresa com o governo do Canadá, "no contexto do Investment Canada Act, quando da aquisição da Inco e que se referem à gestão dos ativos de níquel". Segundo a Vale, a proposta será submetida à aprovação dos acionistas da empresa em assembléia a ser convocada no prazo legal. No último dia 31 de outubro, a Vale anunciou que cortaria em 30 milhões de toneladas métricas anuais sua produção de minério de ferro para se adequar ao cenário de desaceleração do crescimento global. O volume representa cerca de 10 por cento da produção total de minério de ferro da empresa. (Por Fabio Murakawa)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.