Divulgação
Divulgação

Vale bate recorde na produção de minério de ferro em 2014

Produção cresceu 6,5% na comparação com 2013 e ficou acima da meta estipulada pela mineradora

Fernanda Guimarães, O Estado de S. Paulo

19 Fevereiro 2015 | 09h49

A produção de minério de ferro da Vale no ano passado atingiu 319,2 milhões de toneladas, crescimento de 6,5% em relação ao visto um ano antes. Com esse desempenho, a mineradora brasileira superou em 7,2 milhões de toneladas a meta divulgada ao fim de 2013, de produção de 312 milhões de toneladas de minério de ferro para 2014.

O volume produzido em 2014 garantiu que a companhia batesse recorde de produção anual de minério de ferro.

Considerando a compra de minério de ferro de terceiros, o volume ofertado atingiu 331,5 milhões de toneladas no ano passado, alta de 6,8% na relação anual, informou a companhia em seu relatório de produção, divulgado nesta quinta-feira, 19.

Já no quarto trimestre de 2014, a produção própria da Vale ficou em 83 milhões de toneladas, expansão de 2,1% em relação ao mesmo intervalo do ano anterior, mas queda de 3,2% em relação ao trimestre imediatamente anterior.

Em Carajás a Vale informou que a produção anual de 119,7 milhões de toneladas foi recorde, com 14,8 milhões de toneladas acima do volume observado em 2013. Em Carajás também foi anotado recorde trimestral no quarto trimestre de 2014. No sistema Sul, a produção de 86,3 milhões de toneladas foi a maior marca desde 2007.

Pelotas. Em 2014 a produção de pelotas atingiu 42,9 milhões de toneladas, alta de 10,2% em relação ao registrado em 2013. No quarto trimestre do ano passado a produção foi de 11,6 milhões de toneladas, alta de 11,8% na relação anual e de 1,7% na trimestral. Segundo a companhia, a produção de pelotas, excluindo o volume da Samarco, ficou 800 mil toneladas abaixo da meta para o ano.

As pelotas são pequenas bolinhas de minério de ferro, usadas para a fabricação de aço.

Níquel. A produção de níquel da Vale em 2014 somou 275 mil toneladas, aumento de 5,7% em relação ao observado em 2013, informou a companhia em seu relatório de produção. No quarto trimestre do ano passado a produção foi de 73,6 mil toneladas, alta de 8,4% na relação anual e de 2,1% na trimestral.

Segundo o documento divulgado pela companhia, a produção anual de níquel foi a sua melhor marca desde 2008, mesmo com a paralisação por quase dois anos das operações da Vale Nova Caledônia (VNC) ao longo do ano passado. A VNC, inclusive, registrou recorde de produção anual, destacou a mineradora brasileira.

A unidade de Onça Puma também quebrou recorde anual, com produção de 21 mil toneladas em 2014.

Já a produção de cobre da mineradora atingiu no ano passado 379,7 mil toneladas, expansão de 2,6% em relação ao visto um ano antes. No último trimestre do ano passado, o volume foi de 105,4 mil toneladas, alta de 11,4% em relação a igual período de 2013 e leve aumento de 0,6% em relação ao terceiro trimestre. Em cobre a Vale afirma que também bateu recorde de produção anual.

Mais conteúdo sobre:
vale minerio de ferro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.