Vale construirá complexo de minério de ferro na Malásia, diz jornal

Complexo deverá custar entre US$ 2,95 bilhões e US$ 4,57 bilhões, disse o ministro-chefe do Estado indiano de Perak, onde a obra será criada

Reuters,

21 de janeiro de 2011 | 08h28

A Vale International vai começar a construir um complexo de minério de ferro de 9 bilhões a 14 bilhões de ringits (US$ 2,95 bilhões a US$ 4,57 bilhões) na Malásia em agosto ou julho, publicou o jornal The Star nesta sexta-feira, 20.

Zambry Abdul Kadir, ministro-chefe do Estado indiano de Perak, onde o complexo será criado, informou que a maior produtora de minério de ferro do mundo vai desenvolver as instalações na cidade costeira de Lumut.

"Será o maior complexo da Vale fora do Brasil. Todas as aquisições necessárias foram feitas; é apenas questão de começar a fazer agora", disse Zambry, segundo o jornal.

O ministro comentou que o governo não tem participação no projeto, mas vai integrar operações portuárias e logísticas. Haverá também compartilhamento com companhias locais de atividades de refino e distribuição (downstream).

A Vale está construindo pontos de distribuição de minério em Omã e na Malásia para operar navios cargueiros Chinamax, que podem transportar 400 mil toneladas de minério e devem reduzir custos para a Vale e fretes para toda a indústria em um momento em que o mercado enfrenta excesso de oferta.

(Por Royce Cheah)

Tudo o que sabemos sobre:
ValecomplexoMalásiainvestimentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.