Vale está participando das negociações do novo marco regulatório

A expectativa é de que o novo modelo seja melhor que o existente 

Chiara Quintão, da Agência Estado,

25 de fevereiro de 2011 | 16h48

O diretor de Marketing, Vendas e Estratégia da Vale, José Carlos Martins, afirmou hoje que a Vale está participando ativamente das negociações do marco regulatório para o setor de mineração. A expectativa é de que o novo modelo seja melhor que o existente. "Nossa expectativa sempre foi a manutenção do marco existente com melhorias." O executivo defendeu que, para a definição das novas regras, é importante que haja participação do governo, empresas e comunidades afetadas.

Questionado sobre a possibilidade de alteração na cobrança de royalties, Martins respondeu que a questão é uma decisão de governo. "O congresso vai tomar a decisão que achar melhor. Nossa função é obedecer a lei", disse. Ele ressaltou que a mineração é muito importante para o Brasil hoje e citou a contribuição do setor para a balança comercial da mineração.

Em 2010, a Vale alcançou o posto de principal exportadora brasileira, desbancando a Petrobras, líder desse ranking desde 2002, conforme a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), ligada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic).

A expectativa é de que a condição da Vale de líder entre as exportadoras se repita em 2011. Em janeiro de 2011, as exportações da Vale somaram US$ 2,075 bilhões (preço FOB), segundo a Secex, valor 179,08% acima do mesmo mês do ano passado e 88,5% maiores do que o total exportado pela Petrobras no mesmo período.

Tudo o que sabemos sobre:
Valemarco regulatório

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.