Vale estuda entrar na área de terras raras, diz ‘Financial Times’

Segundo publicação, representantes do governo reuniram-se recentemente com várias empresas do setor industrial para elaborar uma lista de clientes para terras raras

Renato Martins, da Agência Estado,

30 de maio de 2011 | 20h03

A Vale planeja entrar na área de mineração de terras raras, como parte do esforço do Brasil para competir com a China como fornecedor desses elementos, diz reportagem do Financial Times, que cita o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante.

"A Vale traria grandes benefícios ao Brasil ao entrar nesse mercado de terras raras, e acho que isso é importante para o Ocidente como um todo. Também beneficiaria a Vale como empresa", disse Mercadante ao FT.

Recentemente, representantes do governo reuniram-se com várias empresas do setor industrial para elaborar uma lista de clientes para terras raras, 17 elementos usados na produção de turbinas de vento, carros elétricos e telas para computadores, entre outros produtos. Segundo o FT, a Vale confirmou que está estudando a possibilidade de investir na produção de terras raras, mas ressalvou que o projeto está em uma "etapa preliminar".

Segundo o jornal britânico, o fato de ter grandes reservas daqueles elementos poderá permitir que o Brasil se torne um exportador importante no futuro, além de abastecer sua própria indústria de tecnologia. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.