Vale negociará no domingo fim de greve no Canadá

A mineradora Vale vai se reunir com representantes do sindicato United Steelworkers no próximo domingo, numa tentativa de encerrar a greve dos trabalhadores nas operações em Voisey''s Bay, no leste do Canadá, que já dura quase 14 meses. O governo da província de Newfoundland e Labrador nomeou um mediador independente na noite de ontem para ajudar a encontrar uma solução. A greve foi iniciada em 1º de agosto de 2009.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

17 de setembro de 2010 | 14h24

A rodada mais recente das negociações entre a companhia e o sindicato fracassou no dia 20 de julho, em razão de um impasse sobre a estrutura proposta para o pagamento de bonificações. A Vale disse que as exigências dos sindicatos elevariam o custo do trabalho em Voisey''s Bay em 45%. Mas o representante do sindicato, Boyd Bussey, afirma que o sistema de bonificações proposto pela Vale é "inaceitável" e inferior ao que foi oferecido aos trabalhadores das operações da empresa em Sudbury, dentro de um acordo assinado no início de julho, que encerrou uma greve.

As operações da Vale em Voisey''s Bay foram ampliadas durante o verão (no Hemisfério Norte) com a contratação de trabalhadores não sindicalizados. A mineradora voltou a produzir a plena capacidade, afirmou um porta-voz da companhia. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.