Vale: Nova Caledônia deve operar no fim do 3º trimestre

O diretor executivo de Metais Básicos da Vale, Peter Poppinga, informou nesta quinta-feira que o projeto de níquel Nova Caledônia, na região sul do Pacífico, deve voltar a operar no final do terceiro trimestre. A operação foi suspensa em maio, quando a empresa declarou força maior por conta de um acidente na unidade de ácido sulfúrico.

MÔNICA CIARELLI, Agencia Estado

26 de julho de 2012 | 15h36

Em fase de ramp up, o projeto Nova Caledônia vinha tendo sua performance considerada abaixo do esperado pela Vale. Segundo Poppinga, a empresa tem como desafio melhorar o desempenho das operações de não ferrosos. Assim como Nova Caledônia, a empresa também avalia como abaixo das expectativas o projeto de cobre de Onça Puma.

Entretanto, o diretor executivo de Finanças da Vale, Tito Martins, acha muito prematuro falar em desinvestimentos nesse momento. Segundo ele, o importante é primeiro mapear as melhores alternativas para se conseguir melhorar os resultados da companhia nesse segmento.

Tudo o que sabemos sobre:
ValeNova Caledônia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.