Divulgação
Divulgação

Vale registra lucro de R$ 6,635 bilhões no 2º trimestre, alta de 344%

Mineradora teve resultado impulsionado pela forte valorização do minério de ferro no período

Chiara Quintão e Mônica Ciarelli, da Agência Estado, com Reuters,

29 de julho de 2010 | 19h10

A mineradora Vale anunciou nesta quinta-feira, 29, que o seu lucro líquido subiu  344,2%%, para R$ 6,635 bilhões no segundo trimestre do ano em comparação com mesmo período do ano passado, conforme o padrão contábil brasileiro (BR GAAP). O resultado foi impulsionado pela forte alta do minério de ferro no período, superando o lucro de R$ 1,494 bilhão há um ano.

Na comparação dos dois períodos, a receita líquida cresceu 72,5%, para R$ 18,981 bilhões, enquanto a geração de caixa medida pelo Ebitda subiu 202,6%, para R$ 10,434 bilhões. O Ebitda, ou lucro antes de juros, impostos e amortizações, também melhorou em relação ao segundo trimestre de 2009, saltando para R$ 10,43 bilhões comparado aos R$ 3,45 bilhões de abril a junho do ano passado.

US Gaap

A Vale divulgou lucro líquido de US$ 3,705 bilhões no padrão contábil americano (US GAAP) no segundo trimestre, o que representa crescimento de 369% ante o mesmo período do ano passado. Na comparação dos dois intervalos, a receita líquida aumentou 95,3%, para US$ 9,930 bilhões, enquanto a geração de caixa medida pelo Ebitda subiu 223,3%, para US$ 5,577 bilhões.

Minério de ferro

A Vale informou que trabalhou no segundo trimestre com um preço médio de US$ 91,93 por toneladas de minério, cifra 41,95% superior ao apurado nos primeiros três meses do ano. Já na comparação com o mesmo período do ano passado, o preço médio praticamente dobrou, subindo 92,24%. A dispara na cotação do insumo negociada pela companhia reflete o aumento na casa dos 100% imposto pela mineradora em abril deste ano, o primeiro já dentro do novo sistema de reajustes trimestrais com base na variação do preço do minério no mercado à vista chinês.

O balanço financeiro divulgado pela mineradora revela ainda que o preço médio da pelota foi de US$ 153,66 por tonelada no 2TRI10. O valor corresponde a uma alta de 51,21% na comparação com o trimestre anterior e de 175,27% frente ao igual período de 2009.

(Texto atualizado às 19h59)

Tudo o que sabemos sobre:
Valemineradoralucropadrão contábil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.