Marcos Arcoverde/Estadão
Marcos Arcoverde/Estadão

Vale registra recorde de venda de minério em um 1º trimestre

Produção, no entanto, registrou queda; empresa atribuiu o resultado à decisão de focar em produtos ‘premium’

Luana Pavani e Renata Batista, O Estado de S.Paulo

17 Abril 2018 | 04h00

A produção global de minério de ferro da Vale caiu 4,9% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado e 12,2% na comparação com os três últimos meses de 2017. No período, a companhia registrou, porém, recorde de vendas de minério em um primeiro trimestre, de acordo com o relatório de produção divulgado ontem pela companhia. As transações envolveram 84,3 milhões de toneladas de minério e pelotas, 8,3% acima do mesmo período no ano passado.

A empresa atribuiu o resultado à decisão de reduzir a produção de minério de baixa qualidade e focar em produtos “premium”, e não apenas em volume. A estratégia, porém, ainda não se reflete no preço das ações. Ontem, os papéis da Vale caíram 0,98%, puxados pela queda da cotação do minério de ferro na China.

+ Vale elege novos membros para conselhos de administração e fiscal

No relatório, a Vale informou que priorizou a produção no Sistema Norte (Carajás e S11D), que tem maior teor de ferro. Enquanto a produção global de minério diminuiu 4,9% na comparação com o mesmo período do ano passado, nas unidades do norte avançou 12,9%. Já a produção de pelotas, que caiu 0,9% ante dezembro, aumentou 2,9% sobre o primeiro trimestre de 2017.

+ Vale prevê caixa mais gordo e projeta agressiva distribuição de dividendos

Para isso, a Vale adiou paradas técnicas e retomou, em janeiro, as atividades da usina de pelotização Tubarão II. A empresa espera retomar a produção nas unidades de pelotização de Tubarão I e São Luís no terceiro trimestre. As três unidades estavam suspensas desde 2012.

Além disso, segundo relatório 20F, divulgado na sexta-feira, a empresa intensificou a promoção do Brazilian Blend Fines (BRBF), um produto com maior concentração de minério e baixo teor de sílica, para o qual implantou uma infraestrutura logística de produção e distribuição na Ásia.

+ Vale tem lucro líquido de US$ 771 milhões no quarto trimestre de 2017, alta de 47%

Mesmo assim, segundo analistas, a forte correlação da empresa com a cotação do minério, principalmente na China, tem mantido a Vale fora das recomendações de compra, pois não indica perspectivas de ganhos adicionais. Além disso, a demanda chinesa pode ser afetada pelas recentes barreiras impostas pelo presidente americano para o setor de siderurgia. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.