Vale retoma embarques de carvão em Moçambique

A Vale informou que retomou os embarques de sua mina de carvão Moatize, em Moçambique, após protestos bloquearem a rodovia local por quase dois dias. A rodovia, por onde são transportados entre 10 mil e 20 mil toneladas por dia de cobre extraído de Moatize, começou a operar novamente na manhã desta terça-feira, 14.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

14 de maio de 2013 | 10h29

Segundo a Vale, um grupo de oleiros pedia indenização adicional por terem sido removidos da concessão de carvão de Moatize em 2010. A companhia disse que pagou a eles quase US$ 2 mil por forno. "A Vale propõe trabalhar com a comunidade de oleiros e com os governos do distrito e da província para estruturar e formalizar uma indústria de olaria competitiva", afirmou a empresa em comunicado. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ValeprotestosMoçambiqueretomada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.