Vale volta a negociar com grevistas no Canadá

A Vale Inco, subsidiária da Vale no Canadá, vai promover negociações exploratórias com membros do sindicato neste fim de semana, enquanto prossegue a greve nas operações do grupo em Sudbury e Voisey''s Bay. O movimento já dura sete meses.

MARCÍLIO SOUZA, Agencia Estado

26 de fevereiro de 2010 | 12h28

Em comunicado divulgado ontem à noite, o sindicato disse que os dois lados vão usar um mediador para discutir "possíveis formas de sair do impasse de negociação coletiva entre as partes". A Vale Inco e representantes do sindicato United Steelworkers mantiveram conversas exploratórias sobre a greve na Voisey''s Bay em janeiro, mas não chegaram a uma resolução.

Os funcionários em greve estão recebendo um pagamento do sindicato, que corresponde a 25% de seu salário, desde que o movimento começou. Enquanto isso, a Vale tem dito que está retomando a produção em suas minas e fundidoras nas operações atingidas pela greve, com a intenção de retomar a produção total. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.