Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Vazamento da Bradesco Financiamentos pode ter exposto dados de 53 mil clientes

Segundo a empresa, o incidente pode ter permitido o acesso não autorizado de dados de contratos de financiamento de veículos

Marcia Furlan, O Estado de S.Paulo

13 de maio de 2022 | 20h49

O Bradesco comunicou nesta sexta-feira, 13, que sua subsidiária Bradesco Financiamentos detectou um incidente relacionado exclusivamente a ela, que pode ter permitido a visualização não autorizada de dados de contratos de financiamento de veículos de aproximadamente 53 mil clientes.

O banco afirma ainda que foram adotadas todas as medidas necessárias para a solução do incidente e os clientes e as autoridades competentes foram comunicados.

"Ressaltamos que a característica dos dados eventualmente visualizados não coloca em risco a integridade de acesso a sistemas transacionais desses clientes junto à Bradesco Financiamentos. O Bradesco reforça seu compromisso com a transparência e a segurança dos dados de seus clientes”, diz a empresa.

Cibercrime

Vazamentos de dados e ciberataques contra empresas têm se tornado mais comuns nos últimos anos e se tornaram uma das principais preocupações da liderança das companhias. 

Como mostrou o Estadão em reportagem publicada no ano passado, apenas em 2021 as perdas globais com ciberataques no ano passado eram estimadas em US$ 6 trilhões – três vezes o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil –, de acordo com estudo conduzido pela consultoria alemã Roland Berger.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.