Venda de cotas para consórcio cai 1,7% no primeiro semestre

De janeiro a junho, comercialização de cotas atingiu 848,8 mil ante as 863,6 mil totalizadas no período de 2006

Amanda Valeri, da Agência Estado,

02 de outubro de 2007 | 15h43

As vendas de cotas no Sistema de Consórcios registraram queda de 1,7% no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, segundo revelou a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC). No acumulado de janeiro a junho de 2007, a comercialização de novas cotas atingiu 848,8 mil ante as 863,6 mil totalizadas no primeiro semestre de 2006. De acordo com o presidente nacional da ABAC, Rodolfo Montosa, a redução foi provocada pelo setor de eletroeletrônicos. "O comportamento foi diverso em razão da realização sazonais de promoções em redes de lojas específicas, o que gerou oscilações periódicas", afirmou. As contemplações também estiveram em baixa nos seis primeiros meses do ano. No acumulado de janeiro a junho de 2007, foram somadas 398,2 mil cotas contempladas ante as 428,3 mil do mesmo período do ano passado, uma queda de 7%. Já o número de participantes ativos ficou estável nos seis primeiros meses do ano. Em junho, havia 3,39 milhões de consorciados, o mesmo de um ano antes. "Os números apenas evidenciaram equilíbrio que há entre aqueles que encerraram suas participações e os que aderiram a novos planos", explicou Montosa.

Tudo o que sabemos sobre:
ConsórcioABAC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.