Venda interna de material de construção cresce 0,58%

As vendas internas da indústria de materiais de construção cresceram 0,58% no primeiro semestre em relação ao mesmo período do ano anterior, de acordo com pesquisa recente da Associação Brasileira de Materiais de Construção (Abramat). No acumulado nos últimos 12 meses, as vendas cresceram 3,19%.

FABIANA HOLTZ, Agencia Estado

19 de julho de 2011 | 11h17

Somente no mês de junho foi apurado acréscimo de 0,76% em relação a maio, enquanto o número de postos de trabalho gerados no setor cresceu 0,39%. Frente a junho de 2010, foi apurada expansão de 0,61% nas vendas e de 6,27% no número de postos de trabalho gerados.

Por segmento, no mês passado as vendas de materiais de base recuaram 0,55% em relação a maio e 3,19% na comparação com junho do ano passado. Na indústria de acabamentos, a tendência de alta continua. No mês passado as vendas de materiais de acabamento cresceram 3,20% ante maio e 8,30% em relação a um ano antes.

Em nota, o presidente da Abramat, Melvyn Fox, observa que o crescimento maior da indústria de acabamento está associado a dois fatores: o avanço de obras iniciadas no começo do ano e que nesse momento entram em fase de acabamento, e a melhoria de renda da população que com o crédito fácil, incentivando as reformas.

Guidance para 2011 é revisto

Como esperado, diante do fraco resultado do primeiro semestre, a entidade decidiu reduzir a previsão de crescimento para este ano de 7% para 5%. As expectativas para o segundo semestre, entretanto, seguem positivas. Segundo Fox, para os próximos meses o setor aguarda o anúncio de continuidade da desoneração do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) dos materiais de construção, e permanece confiante com relação ao avanço das obras do programa Minha Casa, Minha Vida e da Copa do Mundo de 2014.

Tudo o que sabemos sobre:
construçãomateriaisvendasAbramat

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.