Vendas da Klabin somam 430 mil toneladas no 1º trimestre

As vendas da Klabin atingiram 430 mil toneladas de papéis no primeiro trimestre de 2013. O montante representa uma expansão de 3% em relação ao mesmo período do ano passado e é uma das razões para o aumento de 10% na receita líquida da companhia, que somou R$ 1,066 bilhão entre janeiro e março deste ano. A expansão também é explicada pelos reajustes aplicados pela Klabin ao longo do período e pela maior participação das vendas no mercado doméstico.

ANDRÉ MAGNABOSCO, Agencia Estado

25 de abril de 2013 | 10h21

Influenciada pela demanda interna aquecida e pelo cenário externo menos favorável, a Klabin destinou a clientes brasileiros 70% de suas vendas. No primeiro trimestre do ano passado, essa participação estava em 65%. "As vendas de papéis e embalagens no mercado doméstico apresentaram aumento de 11% em relação ao primeiro trimestre de 2012, mais uma vez refletindo a busca por mercados de melhores margens", destacou a companhia no balanço divulgado nesta manhã. Aproximadamente 300 mil toneladas de papéis foram vendidas localmente.

As exportações, por outro lado, caíram 12% em igual comparação e totalizaram 129 mil toneladas. A despeito da retração, a receita da Klabin com as vendas externas cresceu 9% na comparação com o primeiro trimestre do ano passado. A alta é explicada principalmente pela desvalorização de 12% do real frente ao dólar na comparação entre primeiros trimestres, movimento que favorece os exportadores.

A receita da Klabin, de R$ 1,066 bilhão, sobe para R$ 1,079 bilhão se for considerada também receita proporcional da Klabin na empresa Florestal Vale do Corisco S.A. Esse indicador é classificado pela companhia como receita pró-forma.

Tudo o que sabemos sobre:
Klabinbalanço1º trimestrevendas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.