Vendas da Nissan na China em setembro caem 20% na comparação anual

A montadora japonesa Nissan disse nesta sexta-feira que, em conjunto com sua parceira chinesa em joint venture, vendeu cerca de 93.700 automóveis na China em setembro, uma queda de 20 por cento sobre um ano antes.

REUTERS

10 de outubro de 2014 | 08h21

A queda segue um recuo de 0,7 por cento em agosto, também na comparação anual, e uma baixa de 12,3 por cento em julho.

A companhia disse em comunicado que a queda em setembro foi causada pelas lentas vendas de veículos comerciais leves e maior concorrência no segmento de veículos de passeio.

As vendas da companhia nos primeiros nove meses do ano alcançaram cerca de 879.100 automóveis, alta de 5,2 por cento ante o mesmo período do ano anterior.

A Nissan, que opera uma joint venture automotiva na China com a Dongfeng Motor Group, tem como meta vender 1,4 milhão de carros no país neste ano, um crescimento de 10,6 por cento sobre o ano passado.

(Por Samuel Shen e Kazunori Takada)

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSNISSANCHINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.