Vendas de consórcios devem crescer até 9% em 2012

Segundo Abac, o crescimento deve ser puxado pela venda de planos para a compra de imóveis, veículos e serviços, como cirurgias plásticas

Agência Estado,

27 de dezembro de 2011 | 09h58

SÃO PAULO - As vendas de consórcios devem crescer entre 7% a 9%, segundo projeções da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac). O crescimento deve ser puxado pela venda de planos para a compra de imóveis, veículos e serviços, como cirurgias plásticas.

Nos dez primeiros meses de 2011 foram vendidas 2,1 milhões de cotas, com alta de 20,7%, um recorde para o segmento. O volume de negócios superou R$ 62 bilhões, mais de 20% acima do registrado no mesmo período de 2010.

As contemplações, momento em que os consorciados têm a oportunidade de realizar seu objetivo, somaram 898,8 mil de janeiro a outubro de 2011. O sistema de consórcios administra ativos de R$ 102 bilhões, crescimento de 20% ante os dez primeiros meses de 2010.

Em nota à imprensa, o presidente da Abac, Paulo Roberto Rossi, se diz otimista e conservador para 2012, por conta dos possíveis efeitos da crise internacional no setor. "Entendemos que o sistema de consórcios continuará crescendo, mesmo com a perspectiva de um cenário instável." 

Ao todo, 4,6 milhões de brasileiros possuem um consórcio. O setor de veículos automotores é o que tem mais participantes, com 3,90 milhões, seguido por imóveis com 612,3 mil; eletroeletrônicos e outros bens duráveis com 77,5 mil; e serviços com 10,8 mil. Há doze meses, o número de consorciados ativos era de 4,04 milhões.

Veículos

De janeiro a outubro deste ano, as vendas de consórcios para a compra de veículos cresceram 23%. Foram comercializados 1,82 milhão de cotas.

Os consórcios de motos são os que reúnem mais participantes, com 2,2 milhões de pessoas, crescimento de 6,7% ante outubro de 2010. Foram vendidos 1,1 milhão de novas cotas, expansão de 13%.

Nos veículos leves (automóveis, camionetas e utilitários), houve crescimento de 46,4% nas vendas de planos, com um total de 683 mil cotas comercializadas. Nos veículos pesados (como caminhões, máquinas agrícolas e implementos), a expansão foi de 15%, com 44 mil cotas vendidas.

Serviços

A contratação de serviços por meio de consórcios cresceu 90% de janeiro a outubro, ante o mesmo período do ano passado. Foram comercializadas 9 mil cotas. Com esses planos é possível utilizar a carta de crédito para fazer cirurgias plásticas, festas de casamento, viagens e cursos.

Segundo a Abac, a forma mais utilizada é para saúde e estética, com 17%, seguido por festas e eventos, com 14%. O restante está dividido em diversas utilizações que vão desde implantes dentários até terraplenagem, segundo pesquisa feita pela Abac com 30 administradoras de consórcios.

Tudo o que sabemos sobre:
consórcioimóveisveículosserviços

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.