Vendas de cotas de consórcios caem 2,5%, diz Abac

As vendas de novas cotas de consórcios somaram 387 mil nos dois primeiros meses de 2012, uma queda de 2,5% na comparação com o primeiro bimestre do ano passado, informou há pouco a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac). Em volume de negócios, houve retração de 7,1% no período, para R$ 10,5 bilhões.

EQUIPE AE, Agencia Estado

29 de março de 2012 | 09h31

Segundo a entidade, apesar da retração nas adesões, o total de participantes ativos registrados em fevereiro deste ano, 4,78 milhões, ficou 12,5% acima dos 4,25 milhões contabilizados no mesmo período, há um ano. O acumulado de contemplações também manteve-se em alta, de 12,6%, subindo de 176,5 mil no período de janeiro e fevereiro de 2011 para 198,8 mil no primeiro bimestre deste ano.

As vendas de novas cotas de imóveis recuaram 18,6% no primeiro bimestre, para 27,5 mil, enquanto as de veículos caíram 0,6% no primeiro bimestre, para 349,9 mil. No segmento de eletroeletrônicos e outros bens duráveis, houve queda de 16,1% na venda de novas cotas; em serviços, as vendas ficaram estáveis.

Tudo o que sabemos sobre:
Abacconsórcios

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.