Vendas de residências novas nos EUA sobem 17,5% em dezembro

Mesmo com resultado positivo, 2010 foi ainda o pior ano para a combalida indústria de construção norte-americana desde que os dados começaram a ser registrados em 1963

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

26 de janeiro de 2011 | 13h29

As vendas de imóveis residenciais novos nos EUA subiram mais do que o esperado em dezembro, mas 2010 foi ainda o pior ano para a combalida indústria de construção norte-americana desde que os dados começaram a ser registrados em 1963.

As vendas de imóveis residenciais novos aumentaram 17,5% no mês passado, em comparação com novembro, à taxa anual sazonalmente ajustada de 329 mil, segundo o Departamento do Comércio. O crescimento foi conduzido pelo salto de 72% das vendas na região Oeste do país.

Os economistas ouvidos pela Dow Jones tinham previsto uma alta de 3,1% das vendas, para 299 mil unidades.

Para o ano cheio, o governo projetou, na sua estimativa preliminar, vendas de 321 mil residências novas, uma queda de 14,2% em relação a 2009.

O preço médio das vendas de novas residências foi de US$ 241.500 em dezembro, uma alta de 8,5% em comparação com o mesmo período de 2009.

Em base anuais, as vendas de imóveis residenciais novos recuau 7,6% em dezembro.

O número de residências novas disponíveis para venda recuou em dezembro para 190 mil, uma oferta que levará 6,9 meses para esgotar-se no atual ritmo das vendas. A oferta de seis meses das residências novas disponíveis para venda é considerada saudável. Em novembro, a oferta de residências novas disponíveis para venda foi de 8,4 meses.

As vendas de residências novas em novembro foram revisadas para cima, para uma taxa anual de 280 mil, volume inalterado em relação a outubro.

As vendas de residências novas subiram 3,2% no Meio-Oeste e 1,8% no Sul. Na região Nordeste, as vendas recuaram 5%.

As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
imóveisEUAresidência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.