Vendas de residências usadas nos EUA sobem 10% em setembro

Resultado veio maior do que o esperado pelos economistas, de alta de 5,3%

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

25 de outubro de 2010 | 12h22

Num sinal de melhora das condições do mercado imobiliário, as vendas de imóveis residenciais usados nos Estados Unidos subiram mais do que o esperado em setembro.

As vendas de imóveis residenciais usados aumentaram 10% no mês passado, para uma taxa anual de 4,53 milhões de unidades, de acordo com a Associação Nacional de Corretores de Imóveis. Os economistas ouvidos pela Dow Jones esperavam alta de 5,3% das vendas em setembro, para uma taxa anual de 4,35 milhões de unidades.

O aumento das vendas de imóveis residenciais usados em setembro foi a segunda consecutiva. Em agosto, as vendas subiram 7,3%, para uma taxa de 4,12 milhões de unidades, em dados revisados a partir da alta de 7,6%, para 4,13 milhões de unidades, reportada originalmente.

Ainda assim, mesmo com o aumento mais recente, as vendas de imóveis residenciais usados ainda estão bem abaixo do nível registrado no mesmo período do ano passado. As vendas recuaram 19,1%, na comparação com a taxa anual de 5,50 milhões de unidades registrada em setembro de 2009.

Os estoques de imóveis residenciais usados recuaram 1,9% em setembro, para 4,04 milhões de unidades. O volume representou 12,5 meses de oferta, ante 12 meses de oferta em agosto.

O preço médio dos imóveis residenciais usados caiu 2,4% em setembro, para US$ 171.700, de US$ 175.900 no mesmo período do ano passado.

As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
imóveisEUAresidência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.