Vendas de supermercados caem 1% em fevereiro

 A atividade tem grande peso sobre o total do varejo na Pesquisa Mensal de Comércio  

Daniela Amorim, da Agência Estado,

11 de abril de 2013 | 09h54

RIO - As vendas na atividade de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo registraram um recuo de 1,0% na passagem de janeiro para fevereiro, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A queda observada em fevereiro foi a mais intensa desde agosto de 2012, quando as vendas tinham recuado 1,1%. A atividade tem grande peso sobre o total do varejo na Pesquisa Mensal de Comércio (PMC).

Em relação a fevereiro de 2012, as vendas dos supermercados recuaram 2,1%, a primeira queda verificada nesse tipo de comparação desde março de 2009 (-0,2%) e a mais intensa desde novembro de 2003 (-2,2%). Segundo o IBGE, o recuo é explicado por uma forte base de comparação, já que as vendas na atividade tinham aumentado 13,3% em fevereiro de 2012, puxadas pelo aumento de 14,13% no salário mínimo. O instituto ressaltou ainda que pode haver influência da inflação nas vendas do setor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.