Regis Duvignau/Reuters
Regis Duvignau/Reuters

Vendas do Casino caem 11% no 4º trimestre, pressionadas pela América Latina

Varejista francês é o controlador do Grupo Pão de Açúcar e sofre com a desaceleração da economia brasileira; na França, resultados têm recuperação

O Estado de S. Paulo

14 de janeiro de 2016 | 10h30

PARIS - O conglomerado varejista francês Casino Guichard-Perrachon, controlador do Grupo Pão de Açúcar no Brasil, divulgou nesta quinta-feira que suas vendas sofreram uma queda anual de 11% no quarto trimestre de 2015, a € 11,79 bilhões (US$ 12,83 bilhões). Apesar do recuo, o número veio ligeiramente acima da previsão dos analistas, de € 11,7 bilhões.

Segundo o Casino, o resultado foi prejudicado pela continuidade do declínio de seus negócios na América Latina.

Na França, por outro lado, as vendas mantiveram a recuperação recente, após vários anos de fraqueza, com ganho anual de 1,5% entre outubro e dezembro, a € 4,94 bilhões, resultado que ficou em linha com o esperado.

Em todo o ano de 2015, as vendas do Casino somaram € 46,15 bilhões, ficando abaixo dos € 48,49 bilhões de 2014.

O Casino não divulgou números de lucro hoje, mas afirmou que a recuperação nas operações de varejo ganhou força no segundo semestre de 2015, levando a "bons resultados em termos de participação de mercado, vendas e rentabilidade".

No mês passado, o Casino foi acusado pelo norte-americano Carson Block, fundador da Muddy Waters Research, de ter usado truques de contabilidade e "engenharia financeira" para inflar seu lucro, alegação que foi refutada pela varejista.

As ações do Casino já estavam sob pressão antes da acusação, em meio a preocupações com a difícil situação dos mercados na França e no Brasil e com o balanço da empresa. 

(As informações são da Dow Jones Newswires)

Tudo o que sabemos sobre:
CasinoGrupo Pão de Açúcar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.