Vendas do Dia das Mães caíram 1%, prevê FecomercioSP

A insatisfação com o resultado da segunda melhor data do ano em vendas fez com que lojistas repensassem sua estratégia 

Agência Estado,

15 de maio de 2013 | 13h29

O varejo do Estado de São Paulo estima que as vendas do Dia das Mães foram 1% menores que do mesmo período do ano passado, de acordo com levantamento da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

A insatisfação com o resultado da segunda melhor data do ano em vendas fez com que lojistas repensassem sua estratégia. Na sondagem anterior, feita entre os dias 6 e 8 de maio, 62% dos entrevistados diziam que não planejavam promoções. Logo depois do segundo domingo de maio, 51% disseram ter baixado preços para aumentar as vendas. Entre os entrevistados, apenas 5% disseram ter contratado funcionários temporários para a data.

A pesquisa ouviu 146 lojistas na Grande São Paulo no último dia 13 de maio. A FecomercioSP alerta que a coleta foi feita em apenas alguns setores e não pode ser considerada um indicador antecedente do mês para todo o varejo.

Tudo o que sabemos sobre:
Varejodia das mãesFecomercio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.