Vendas do varejo crescem 6,8% em janeiro, aponta IDV

O Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV) informou que, de acordo com seus associados, as vendas reais em janeiro deste ano cresceram 6,8% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Com o resultado, a perspectiva das 48 empresas varejistas que compõem o Instituto é de que este ano o primeiro semestre seja de resultados melhores que no mesmo período de 2013.

DAYANNE SOUSA, Agencia Estado

19 de fevereiro de 2014 | 15h44

A projeção do IAV-IDV (Índice Antecedente de Vendas) é de crescimento de 6,5% em fevereiro ante o mesmo mês do ano passado. Para março, a perspectiva é de elevação de 7,4% e, em abril, de 9,6%.

Em nota, o presidente do IDV, Flávio Rocha, afirma que o início do ano é mais promissor em relação a 2013, mas não descarta dificuldades pela frente. "A confiança dos consumidores anda em baixa e há um cenário macroeconômico nacional e internacional desafiador, o que nos exige um alerta quanto à otimização do desempenho do setor em 2014", declarou.

Em janeiro, a melhor performance, segundo o IDV, foi do setor de bens duráveis, cujas vendas atingiram alta de 7,4% ante janeiro de 2012. Já para os meses seguintes, as expectativas são de alta de 3,9% em fevereiro, 6% em março e 8,6% em abril, sempre na comparação com o mesmo mês do ano anterior.

O varejo de não duráveis, que responde em sua maior parte pelas vendas de supermercados, hipermercados, food service e perfumaria, apresentou alta de 6,3% em janeiro, na comparação com o mesmo mês do ano anterior. A expectativa de crescimento para fevereiro, março e abril é de 5,3%, 10% e 9,8%, respectivamente.

Já no setor de bens semiduráveis, que inclui vestuário, calçados, livrarias e artigos esportivos, os associados apontaram alta de 6,8% das vendas realizadas em janeiro. Para este e os próximos dois meses, a expectativa de crescimento é de 11,6% em fevereiro, 7,6% em março e 10,6% em abril.

Os dados do IDV levam em consideração as vendas realizadas e as estimativas dos associados da entidade. São 48 empresas de grande porte como Grupo Pão de Açúcar, Lojas Americanas, Magazine Luiza, Walmart, entre outras.

Tudo o que sabemos sobre:
IDVvarejojaneiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.