Vendas do varejo sobem 0,8% em outubro

Até outubro, as vendas do varejo restrito acumulam altas de 8,90% no ano e de 8,50% nos últimos 12 meses 

Daniela Amorim, da Agência Estado,

13 de dezembro de 2012 | 09h27

RIO - As vendas do comércio varejista restrito subiram 0,80% em outubro ante setembro, na série com ajuste sazonal, informou há pouco o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado ficou em linha com a mediana das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções, que esperavam uma variação de 0,20% a 1,70%.

Na comparação com outubro do ano passado, as vendas do varejo tiveram alta de 9,10% em outubro deste ano. Nesse confronto, as projeções variavam de 8,20% a 10,70%, com mediana de 9,00%. Até outubro, as vendas do varejo restrito acumulam altas de 8,90% no ano e de 8,50% nos últimos 12 meses.

Quanto ao varejo ampliado, que inclui as atividades de material de construção e de veículos, as vendas subiram 8% em outubro ante setembro, na série com ajuste sazonal. O resultado superou o teto do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções (1,40% a 7,70%).

A expansão nas vendas do comércio varejista ampliado em outubro foi a maior desde junho de 2009, quando o volume vendido subiu 8,8%. "Mas porque lá em junho de 2009 também tinha o incentivo de IPI (a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados) para automóveis", lembrou Reinaldo Pereira, gerente da Coordenação de Serviços e Comércio do IBGE.

Na comparação com outubro de 2011, a alta nas vendas do varejo ampliado foi de 14,5%. Nesse confronto, as projeções variavam de 8,80% a 13,40%. Até outubro, as vendas do comércio varejista ampliado acumulam altas de 8,50% no ano e de 7,60% nos últimos 12 meses.

Veículos

As vendas de veículos e motos, partes e peças aumentaram 13,3% na passagem de setembro para outubro, após terem recuado 23,4% na leitura anterior. Foi o melhor mês para os automóveis desde junho deste ano, quando a alta nas vendas foi de 23,7%. "Os automóveis têm peso forte nessa estrutura do comércio varejista", afirmou Pereira.

Na comparação com outubro de 2011, as vendas da atividade de veículos subiram 24%, após queda de 9,5% em setembro. Nesse tipo de comparação, o varejo ampliado vendeu 14,5% mais em outubro deste ano. A atividade de material de construção também teve avanço, de 14,0%. No ano, as vendas de veículos e motos, partes e peças já aumentaram 7,7%, e, em 12 meses houve alta de 6,0%.

Receita

A receita nominal do comércio varejista aumentou 1,1% na passagem de setembro para outubro, segundo a Pesquisa Mensal de Comércio. Como resultado, a média móvel trimestral da receita ficou em 1,1% no trimestre encerrado em outubro. Na comparação com outubro de 2011, a alta foi de 13,9%.

No ano, a receita acumulou alta de 12,3%, e, em 12 meses, de 12,0%. Já a receita do comércio varejista ampliado aumentou 4,7% em outubro ante setembro, o que fez a média móvel trimestral ficar em 0,5% em outubro. Na comparação com outubro de 2011, houve crescimento de 15,6%. No ano, a alta na receita do varejo ampliado foi de 9,7%, e, em 12 meses, de 9,1%.

Revisão

O IBGE revisou a taxa do volume de vendas no comércio varejista ampliado em setembro ante agosto, de -9,2% para -8,7%. A taxa de agosto ante julho também foi revisada, de 2,7% para 2,6%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.