Vendas globais de automóveis devem ter forte crescimento em 2010

As vendas de automóveis vão ganhar força no mundo em 2010, estimuladas por um melhor acesso a crédito e pelo crescimento da economia mundial estimado em cerca de 3 por cento. O movimento vai definir o cenário para volumes recordes de vendas em 2011, segundo pesquisa sobre a indústria produzida pela Scotia Economics.

REUTERS

29 de dezembro de 2009 | 16h10

A china, que se tornou o maior mercado de automóveis do mundo em 2009, vai liderar o setor, junto com a Índia e o Brasil, mas o mercado norte-americano também verá um crescimento de dois dígitos, segundo o relatório, que foi divulgado nesta terça-feira.

"As vendas globais de carros vão continuar em ascensão pelos maciços e sincronizados programas de estímulo monetário e fiscal, que geraram uma recuperação econômica global", afirma no levantamento Carlos Gomes, economista sênior da Scotia Economics.

"De fato, estimamos que os financiamentos de veículos nos principais mercados atingiram o fundo no primeiro trimestre de 2009 e melhoraram de maneira consistente junto com os mercados globais de crédito e queda das taxas de juros."

Gomes afirma que as compras de veículos nos Estados Unidos serão impulsionadas por aumento da renda, melhora na demanda e preços baixos.

(Por John McCrank)

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSVENDASVINTEDEZ*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.