Vendas no varejo na Alemanha sobem menos que o esperado em agosto

Indicador subiu 0,3% em agosto na comparação com julho

Sergio Caldas, da Agência Estado ,

28 de setembro de 2012 | 07h32

BERLIM - As vendas no varejo da Alemanha foram mais fracas do que o esperado em agosto, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pelo instituto de estatísticas do país, conhecido como Destatis.

As vendas cresceram apenas 0,3% em termos ajustados em agosto ante o mês anterior, após a queda de 1,0% registrada em julho, informou o Destatis. Economistas consultados pela Dow Jones esperavam um aumento de 0,6% nas vendas.

Em relação a igual mês do ano passado e com ajuste da inflação, as vendas do varejo alemão apresentaram queda de 0,8% em agosto, com declínio de 0,8% nas vendas de alimentos, bebidas e produtos da indústria tabagista e retração de 1,7% nas vendas de produtos não alimentícios. Os dados não incluem vendas de automóveis.

Grécia

O volume de vendas no varejo da Grécia caiu a uma taxa anual de 9% em julho, segundo dados divulgados hoje pelo instituto de estatísticas local, refletindo os baixos níveis de confiança dos consumidores do país, que enfrenta seu quinto ano de recessão.

O número, que é ajustado pela inflação e não inclui as voláteis vendas de combustíveis, veio melhor que o de junho, quando as vendas gerais do varejo recuaram 10,7% na mesma comparação.

Levando em conta os combustíveis, as vendas dos varejistas na Grécia registraram uma queda anual de 9,1% em julho, após caírem 10,6% em junho. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
alemanhavendasvarejogrécia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.