Vendas no varejo no Reino Unido caem 1,8% em janeiro

Segundo especialistas, o indicador sofreu impacto do clima muito frio e da nova metodologia, que passou a incluir as vendas de combustíveis

Danielle Chaves, da Agência Estado,

19 de fevereiro de 2010 | 08h58

As vendas no varejo do Reino Unido caíram 1,8% em janeiro, na comparação com dezembro, mas subiram 0,9% em relação a janeiro do ano passado, segundo o Escritório Nacional de Estatísticas (ONS, na sigla em inglês). O indicador sofreu impacto do clima muito frio e da nova metodologia, que agora inclui as vendas de combustíveis.

 

Economistas consultados pela Dow Jones esperavam queda de 0,5% em janeiro ante dezembro e alta de 1,1% ante janeiro do ano passado. O declínio maior do que o esperado pelos economistas provocou desvalorização da libra esterlina, que chegou a atingir a mínima dos últimos nove meses diante do dólar, de US$ 1,5350, logo depois do anúncio do indicador. Às 8h35 (de Brasília), a libra reduzia as perdas, mas seguia em queda, a US$ 1,5382.

 

O ONS havia divulgado anteriormente vendas no varejo em janeiro excluindo combustíveis, que tiveram queda de 1,2% ante dezembro e aumento de 2,6% ante janeiro de 2009.

 

O dado de dezembro foi revisado para mostrar declínio de 0,2% ante novembro e aumento de 2,4% ante dezembro de 2008. Originalmente, o ONS informou que as vendas no varejo em dezembro haviam subido 0,3% no mês e 2,1% no ano. Os números de dezembro ainda não incluíam as vendas de combustíveis. As informações são da Dow Jones.

 

Tudo o que sabemos sobre:
vendas, varejo, Reino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.