Venezuela negocia acorde de US$ 6 bilhões com a ExxonMobil

Negociação diz respeito à compensação pelos ativos confiscados durante a campanha de estatizações de 2007

Renato Martins, da Agência Estado,

21 de setembro de 2011 | 21h34

O governo da Venezuela está negociando um acordo para pagar cerca de US$ 6 bilhões à ExxonMobil como compensação pelos ativos confiscados durante a campanha de estatizações de 2007, disse à Dow Jones o procurador-geral da República, Carlos Escarra. "O Estado sabe que terá de pagar pelas expropriações", disse o procurador.

No ano passado, a ExxonMobil reduziu sua demanda inicial contra a Venezuela dos US$ 12 bilhões que pretendia inicialmente para US$ 7 bilhões. No começo deste ano, a estatal Petróleos de Venezuela (PdVSA) havia dito que estava disposta a pagar até US$ 2,5 bilhões à ExxonMobil e à ConocoPhillips, que também teve ativos confiscados em 2007. As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
Exxon MobilVenezuelapetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.