Vestas eleva projeção de lucro em 2014 conforme recuperação se firma

A fabricante dinamarquesa de turbinas eólicas Vestas elevou sua previsão de lucro para o ano inteiro após fortes resultados trimestrais, indicando que a estratégia de recuperação da nova administração está funcionando.

REUTERS

20 de agosto de 2014 | 10h59

O presidente-executivo Anders Runevad foi recrutado há um ano, depois que a empresa emitiu uma série de alertas sobre lucro. Ele substituiu Ditlev Engel, que enfrentou dificuldades para recuperar a Vestas conforme a indústria de turbinas eólicas foi atingida por um excesso de capacidade, uma queda em subsídios estatais e uma concorrência acirrada.

O novo chefe cortou os custos de produção e focou em ganhar contratos maiores.

A companhia disse nesta quarta-feira que espera que sua margem de lucro operacional no ano inteiro, antes de itens especiais, suba para um mínimo de 6 por cento, ante 3,5 por cento em 2013. Sua orientação anterior projetava um mínimo de 5 por cento.

A empresa elevou sua projeção após divulgar um grande salto nos resultados de segundo trimestre antes de itens especiais -- para 104 milhões de euros (138 milhões de dólares) ante 12 milhões de euros no mesmo período do ano passado. O número superou com facilidade as expectativas de analistas de 63 milhões de euros.

A Vestas manteve sua projeção de receita em 2014 em 6 bilhões de euros. A companhia gerou 6,1 bilhões de euros no ano passado.

(Por Shida Chayesteh)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAVESTASWINDRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.