Virgin quer começar a voar para o Brasil em 2011

O bilionário britânico Richard Branson deve inaugurar ainda neste ano uma nova rota entre o Brasil e a Europa com sua empresa, a Virgin Atlantic. O empresário também informou que seu objetivo para os próximos anos é o de finalmente entrar no mercado doméstico brasileiro. Há dois anos, Branson havia indicado que tinha planos de abrir um nova empresa aérea no País. Ontem, confirmou que o Brasil ?é uma das prioridades?. Mas disse que, depois de estudar o País, decidiu que fará sua entrada no mercado gradualmente.

AE, Agencia Estado

25 de janeiro de 2011 | 10h41

?Queremos estabelecer a Virgin no Brasil ainda este ano?, afirmou o empresário. ?Há um potencial enorme e estou entusiasmado com a ideia?, disse. Segundo Branson, a ideia inicial é a de estabelecer voos transcontinentais para o País ainda este ano. ?O passo seguinte seria instalar uma nova empresa no País e assim poder fazer voos internos.? Pela lei, ele teria de fechar um acordo com uma empresa local para voar no País. Fontes próximas ao empresário garantem que um acordo estaria ?próximo?.

Copa do Mundo

Branson quer sua empresa já fazendo conexões entre aeroportos brasileiros antes da Copa do Mundo de 2014. ?Esse é o objetivo?, afirmou. ?Os brasileiros merecem ter mais serviço.? O empresário disse que bastou olhar os números de expansão do turismo no Brasil para constatar que não pode ficar de fora.

O aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, registrou a segunda maior alta de passageiros do mundo em 2009. Entre os 25 aeroportos que mais cresceram no planeta estão os de Brasília, Belo Horizonte e Salvador. Os dados são do Conselho Internacional de Aeroportos, com base no desempenho de 1.350 aeroportos pelo mundo. Enquanto a crise mundial fez o tráfico internacional de passageiros cair 2% em 2009, a entidade constatou que aeroportos de países emergentes continuam em plena expansão. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.