Volare, da Marcopolo, lança nova linha de ônibus

A Volare, unidade de negócios da Marcopolo voltada para a fabricação de miniônibus, apresentou hoje sua nova linha, a W Fly, em Caxias do Sul. A série tem as versões Limousine, voltado para o uso turístico e empresarial; Executivo, para fretamento; e Urbano, para transporte público de passageiros nas cidades. Uma das novidades é o redimensionamento do salão interno, que na busca de mais espaço para os viajantes passou a ter altura maior.

ELDER OGLIARI, Agencia Estado

23 de fevereiro de 2011 | 18h52

Criada em 1998, a Volare aposta na produção de miniônibus para o varejo, com veículos disponíveis para entrega imediata, em meio a um segmento que tradicionalmente prefere o atacado, com vendas em bloco. Desde o ano passado, a unidade de negócios aposta em rede exclusiva de revendedores. A meta para este ano é ampliar o número de lojas da marca das atuais 23 para 102 e duplicar o total de revendas, de 74 para 150, considerando, neste caso, também os pontos divididos com outras áreas empresariais, revela o diretor Milton Susin.

A empresa atribui à sua política de montar todo o veículo, voltar-se para o varejo e criar uma rede de lojas próprias a ampliação de sua participação de mercado dos miniônibus de cinco a nove toneladas, destinados ao transporte de 19 a 32 passageiros, de 38% em 2006 para 57% em 2010.

A área de miniônibus ocupou uma faixa de 15% do volume de produção e de 23% do faturamento do grupo Marcopolo, que deve fechar 2010 com um total de R$ 2,8 bilhões. "O segmento tende a manter essas faixas, crescendo no mesmo ritmo da empresa", prevê o gerente nacional de vendas da Volare, Mateus Ritzel.

Tudo o que sabemos sobre:
ônibustransporteVolareMarcopolo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.