Volkswagen considera montar centro de planejamento no Brasil para recuperar vendas

Investimento da empresa no Brasil é de 3,6 bilhões de euros (4,85 bilhões de dólares) até 2018

REUTERS

24 de julho de 2014 | 13h43

A Volkswagen está considerando montar um centro de planejamento no Brasil para impulsionar as vendas de seus modelos no país, o quarto maior mercado de veículos do mundo, disseram fontes à Reuters.

O maior grupo automotivo da Europa está investindo 3,6 bilhões de euros (4,85 bilhões de dólares) em novos modelos, fábricas e tecnologia no Brasil até 2018.

A queda nas vendas do mercado brasileiro de veículos, que já foi um dos mais dinâmicos entre as economias emergentes, e uma linha de modelos defasada impactaram as vendas do grupo alemão no país. No primeiro semestre, as vendas da Volkswagen no Brasil caíram 18 por cento, para 271,7 mil unidades, após uma queda de 13 por cento em 2013.

A companhia está planejando um centro de desenvolvimento e planejamento para assegurar que seus modelos atendam de maneira mais eficiente as necessidades dos consumidores brasileiros, afirmaram duas fontes próximas do assunto nesta quinta-feira.

Um porta-voz da Volkswagen negou a existência dos planos.

O grupo afirmou na semana passada que vai criar um centro similar na fábrica norte-americana de Chattanooga, no Estado do Tennessee, para ajudar a reverter a queda das vendas. A montadora planeja contratar cerca de 200 engenheiros para monitorar o segundo maior mercado de veículos do mundo mais atentamente e acelerar a reformulação dos veículos.

As vendas da marca Volkswagen nos Estados Unidos estão encolhendo desde o pico entre 2011 e 2012, ameaçando metas de longo prazo do grupo.

(Por Andreas Cremer)

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSVOLKSWAGENCENTROBRASIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.