Volume de crédito livre cresce 1% em março até dia 10

Segundo o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, expansão foi liderada pelos empréstimos às pessoas físicas

Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

23 de março de 2010 | 12h13

As operações de crédito com recursos livres cresceram 1% no início de março, conforme levantamento preliminar feito com dados até o dia 10. O dado foi divulgado há pouco pelo chefe do Departamento Econômico (Depec) do Banco Central (BC), Altamir Lopes. Segundo ele, a expansão foi liderada pelos empréstimos às pessoas físicas, que cresceram 1,4% no período. Nos financiamentos às empresas, a expansão foi de 0,6%.

 

Quanto às taxas, o juro médio cobrado nessas operações manteve-se em 34,3% nos 10 primeiros dias deste mês, exatamente no mesmo patamar observado ao final do mês passado. O comportamento entre as várias linhas de crédito, no entanto, foi distinto. Nas operações para pessoas físicas, a taxa média cedeu 0,3 ponto porcentual, para 41,6% ao ano. Para as empresas, o crédito ficou 0,2 ponto porcentual mais alta, em 26,1%.

 

Mesmo com o juro médio estável, o spread médio cobrado nessas operações - que é a diferença entre as taxas de captação e de empréstimo dos bancos - caiu 0,2 ponto, para 24,1 pontos porcentuais. Por segmento, a margem praticada nas operações para pessoas físicas caiu 0,4 ponto, para 30,4 pontos. Para as empresas, o spread seguiu em 16,9 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
créditojurospreadempréstimo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.