Volume de recursos para safra 2007/08 cresce 16%, para R$ 58 bi

O Plano Agrícola e Pecuário 2007/08 terá recursos da ordem de R$ 58 bilhões, para custeio, comercialização e programas de investimento. O montante representa aumento 16% sobre a safra anterior.

Fabíola Gomes e Leonardo Goy

15 de julho de 2007 | 12h48

Brasília, 28 - O Plano Agrícola e Pecuário 2007/08 terá recursos da ordem de R$ 58 bilhões, para custeio, comercialização e programas de investimento. O montante representa aumento 16% sobre a safra anterior.A taxa anual de juros do crédito rural foi reduzida de 8,755 para 6,75%. Com isso, estima o governo, haverá uma redução de 22,9% sobre o custo de financiamento do produtor rural. Do total de recursos disponibilizados para esta safra, R$ 49,1 bilhões serão para custeio e comercialização e 8,9 bilhões para programas de investimento. O total de recursos com taxa de juros controlada será de R$ 36,45 bilhões.No caso dos programa de financiamento com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e dos fundos constitucionais, o montante disponível foi elevado para R$ 8,9 bilhões ante R$ 8,6 bilhões da safra anterior.O Ministério da Agricultura reduziu, ainda, o número de programas de investimento com recursos do BNDES e criou um programa de chamado ModerAgro2, que inclui: ModerAgro, ProderAgro e ProderFruta, cujo limite de crédito será de R$ 600 mil. Os demais programas de investimento pelo BNDES não foram alterados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.