Volvo
Volvo

Volvo Car cria corredor elétrico em estradas que unem São Paulo a várias capitais do País

Marca vai instalar, até abril, 13 eletropostos nas estradas que ligam São Paulo a várias cidades do interior e a Minas Gerais, Paraná e Rio de Janeiro, com energia gratuita para usuários de todas as marcas de automóveis eletrificados

Cleide Silva, O Estado de S.Paulo

15 de dezembro de 2021 | 13h44

A Volvo Car, primeira marca a vender apenas carros híbridos e elétricos globalmente e também no Brasil, vai instalar um corredor elétrico com 13 eletropostos em estradas que ligam São Paulo a capitais como Belo Horizonte, Curitiba e Rio de Janeiro, com pontos em vários cidades nesses trajetos, como Araçatuba (SP), Uberlândia (MG), Londrina (PR) e o litoral paulista.

O corredor entrará em funcionamento em abril com postos de recarga rápida com duas bocas em cada um para abastecimento simultâneo de dois automóveis e abrange 3,25 mil quilômetros de estradas. A energia será gratuita para proprietários de modelos elétricos e híbridos plug in de qualquer marca. Em 35 minutos é possível carregar 80% da bateria.

Essa primeira fase do projeto vai consumir R$ 10 milhões, mas haverá mais quatro a serem implementadas ao longo de dois anos. Os postos serão instalados em restaurantes e redes de serviços.

Paralelamente, a Volvo Car Brasil fez parceria com a EcoRodovias, responsável por nove concessionárias em todo o País, para instalar Wallbox em 52 bases operacionais ou de atendimento aos usuários da rodovia para emergências. Nesse equipamento a recarga é mais lenta, mas em uma hora é possível carregar 15% da bateria, suficiente para rodar ente 40 km a 50 km. 

“A ideia é acabar com o incômodo de quem teme fazer viagens longas com um automóvel elétrico”, afirma Rafael Ugo, diretor de marketing da Volvo Car Brasil. “Temos a ambição de conectar todo o Brasil através de corredores elétricos e ser protagonista da transformação porque acreditamos nos carros elétricos”, completa ele.

O grupo entende que, no momento, não está nos planos do governo brasileiro investir em infraestrutura para carros elétricos, devido a outras prioridades mais urgentes, por isso tem assumido parte desse papel. Desde 2017, a Volvo já instalou também mil eletropostos em várias partes do País em shoppings, restaurantes e supermercados

Difundir a eletrificação

João Oliveira, diretor geral de operações e inovação da Volvo Car Brasil, afirma que a intenção da empresa é “difundir cada vez mais a eletrificação e aproximar isso das pessoas”. Ele também anunciou na manhã desta quarta-feira, 15, que toda a linha XC40, hoje com versões híbridas, passa a ser somente elétrica.

Considerados carros de “entrada” (os mais baratos da marca), os XC40 respondem por 43% das vendas da Volvo no País. “Cabe ao consumidor escolher se quer investir seu dinheiro no passado ou no futuro”, afirma Oliveira, que citou o caso de uma de suas concorrentes no mercado premium brasileiro, a Audi. “A Audi anunciou que volta a produzir carros no País, o que é muito bom, porém são modelos a combustão”, o que ele considera ser passado.

De janeiro a novembro, a Volvo vendeu 7.444 carros híbridos e elétricos no Brasil, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). O volume equivale a 26% de todos os modelos com essas tecnologias comercializados no período, que somam 28.297 unidades.

Tudo o que sabemos sobre:
Ecorodoviascarro elétricoVolvo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.