Votorantim gasta R$2,2 bi para eliminar exposição cambial

O grupo Votorantim anunciou nesta sexta-feira que gastou 2,2 bilhões de reais para eliminar "totalmente" sua exposição a derivativos cambiais. O grupo, que tem negócios em papel, metais, cimentos, energia, finanças e agroindústria, informou em comunicado ao mercado que a perda decorreu da eliminação de sua exposição cambial decorrente de "operações de swap com verificação em dólar". A empresa ressalta que a geração de caixa do grupo foi de 8,1 bilhões de reais em 2007 e está estimada em 8,4 bilhões de reais em 2008, para um faturamento líquido 30,9 bilhões de reais ano passado e de 34 bilhões de reais este ano. (Reportagem de Alberto Alerigi Jr.; Edição de Alexandre Caverni)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.