Wachovia atinge bancos e derruba bolsas dos EUA

As bolsas norte-americanas fecharamem queda nesta segunda-feira após um inesperado resultadonegativo do Wachovia derrubar o setor financeiro, apagando osfortes ganhos das petrolíferas com um novo recorde do petróleo. O índice Dow Jones teve baixa de 0,19 por cento, a 12.302pontos. O Standard & Poor's 500 caiu 0,34 por cento, a 1.328pontos. O Nasdaq retrocedeu 0,63 por cento, a 2.275 pontos. O Goldman Sachs aumentou o pessimismo no mercado depois deafirmar que a temporada de divulgação de resultados, que estáapenas começando, parece "terrível" e que os resultados aindaestão por vir serão desapontadores, afetando o S&P nas próximassemanas. O Wachovia, quarto maior banco dos EUA, alimentou ostemores de resultados fracos quando afirmou que vai cortar seusdividendos, eliminar empregos e levantar 7 bilhões de dólaresem capital após se tornar a mais recente vítima da crise globalde crédito. "Hoje todos os problemas foram com os serviços financeiros.Esta deve ser uma grande semana em termos de resultados eparece que estamos em uma calmaria antes da tempestade", disseLinda Duessel, estrategista de mercado na Federated Investors. Ainda assim, as empresas energéticas tentaram impulsionaros índices, já que o preço do petróleo subia para um novorecorde de fechamento, pouco abaixo de 112 dólares por barril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.