Wall St fecha em baixa e Dow Jones perde 20% frente a recorde

As bolsas de valores norte-americanasfecharam em forte queda nesta quarta-feira, com preocupaçõescrescente sobre o impacto dos preços recordes do petróleo naeconomia e nos resultados corporativos. Após flertar com o status de "mercado de baixa" (bearmarket) por diversas sessões, o índice Dow Jones fechou 20 porcento abaixo do recorde atingindo em outubro. Pesou sobre omercado uma série de alertas sobre perdas de bancos. O Merrill Lynch deu o tom negativo da sessão rebaixando aGeneral Motors e afirmando que a montadora necessitará de 15bilhões de dólares para melhorar sua liquidez. O Merrill acrescentou que a falência da GM "não éimpossível" se o mercado de automóveis continuar caindo. Asações da GM despencaram 15 por cento. O secretário do Tesouro norte-americano, Henry Paulson,afirmou que os altos preços do petróleo, a queda dos valoresdas moradias e a turbulência no mercado de capitais irãoprolongar a desaceleração da economia do país. O nervosismo apareceu na sessão que antecede a divulgaçãode um importante relatório sobre o mercado de trabalho. Númerospublicados nesta quarta-feira mostraram que os empregadoresprivados norte-americanos cortaram 79 mil vagas em junho. Investidores venderam ações de grandes empresas detecnologia, como a Intel, e de conglomerados industriais com aCaterpillar . "Este mercado não está para os corações fracos nestemomento", disse Kurt Brunner, gerente de carteira do SwarthmoreGroup. "Eu realmente não nos vejo saindo dessa situação difícilno curto prazo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.