Wall St fecha em queda após novo recorde do petróleo

As bolsas de valores dos EstadosUnidos fecharam em baixa nesta terça-feira, após os preços dopetróleo atingirem novo recorde. O temor é de que os altoscustos de energia possam impulsionar a inflação e afetar ogasto do consumidor e os lucros das empresas. O índice Dow Jones registrou variação negativa de 0,09 porcento, a 12.337 pontos. O Standard & Poor's 500 também declinoutambém 0,09 por cento, a 1.348 pontos. O termômetro detecnologia Nasdaq perdeu 0,67 por cento, para 2.306 pontos. O mercado subiu na maior parte do dia e passou para oterritório negativo após o petróleo ter encostado na marcahistórica de 100,10 dólares por barril em Nova York, devido apreocupações com o abastecimento desencadeadas pela expectativade que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep)manterá ou reduzirá a produção. Mas a queda do S&P e do Dow Jones foi reduzida por conta davalorização de ações do setor de energia. Preocupações sobre uma guerra de preços entre as maioresoperadoras de telefonia móvel vieram à tona após as trêsprincipais companhias do setor terem oferecido planos deligações ilimitadas a 99,99 dólares por mês. As ações daVerizon caíram 6,6 por cento. "A grande movimentação no petróleo tem um definitivoimpacto psicológico", disse Chip Hanlon, presidente da DeltaGlobal Advisors, na Califórnia. (Reportagem adicional de Kristina Cooke)

CAROLINE VALETKEVITCH, REUTERS

19 de fevereiro de 2008 | 19h14

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.