Wall St sobe com dados dos EUA ofuscando preocupações com crescimento global

Os principais índices acionários dos Estados Unidos subiam nesta quinta-feira após dados fortes norte-americanos ofuscarem preocupações com uma desaceleração da economia na zona do euro e com a perda de ímpeto nas fábricas chinesas.

REUTERS

20 de novembro de 2014 | 14h40

Às 14h35, o índice Dow Jones subia 0,04 por cento, a 17.692 pontos, enquanto o S&P 500 tinha ganho de 0,23 por cento, a 2.053 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq subia 0,52 por cento, a 4.700 pontos.

Os índices passaram a subir após a divulgação do índice do Fed da Filadélfia, que apresentou expansão da atividade das fábricas na região no maior ritmo em desde dezembro de 1993.

Dados separados mostraram que os preços ao consumidor dos EUA ficaram inesperadamente inalterados em outubro, apesar de pressões de inflação intrínsecas aumentarem, enquanto os novos pedidos de auxílio-desemprego caíram menos que o esperado na semana passada, mas mostrarem melhora no mercado de trabalho.

A área do Fed da Filadélfia "não é um centro de atividade industrial mais, mas ainda é importante e está forte", disse a analista sênior de ações da Fort Pitt Capital Group Kim Forrest.

Ela disse que a aceleração na atividade "provavelmente tem algo a ver com a infraestrutura", acrescentando que um dado forte de vendas de moradias também encorajou os investidores.

As ações da Buy subiam 7,8 por cento, a 38,3 dólares, como o maior ganho percentual do S&P 500, depois de divulgar lucro melhor que o esperado.

(Por Rodrigo Campos)

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTALMOCO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.