Wall St sobe por queda do petróleo

As bolsas norte-americanas fecharamem alta nesta quinta-feira, com uma queda nos preços dopetróleo alimentando o otimismo dos investidores sobre osgastos do consumidor e impulsionando as ações detransportadoras e de varejistas. O índice Dow Jones subiu 0,28 por cento, a 12.063 pontos. OStandard & Poor's 500 elevou-se em 0,38 por cento, a 1.342pontos. O Nasdaq avançou 1,33 por cento, a 2.462 pontos. Os preços do petróleo nos Estados Unidos caíram 3,5 porcento para 131,93 dólares por barril, com a perspectiva de umademanda menor na China, que anunciou um aumento dos preçosdomésticos da gasolina e diesel. Isto amenizou as preocupações sobre o impacto dos altospreços dos combustíveis nos consumidores e no setor empresarialnorte-americano. As ações do setor de tecnologia, como a Intel subiram comos investidores se voltando novamente para ações de fabricantesde chips diante da visão de que elas caíram de forma muitoacentuada nas últimas semanas. Grandes varejistas também se valorizaram, como a HomeDepot, que subiu 2,4 por cento. O sofrido setor aéreo teve seu segundo melhor dia no ano,com diversos líderes do mercado como AMR, matriz da AmericanAirlines, saltando mais de 15 por cento em Nova York. "Quando o petróleo está caindo, os consumidores podemgastar menos dinheiro com combustível, e assim eles têm maisdinheiro em seus bolsos para gastos arbitrários", disse MarkSchlarbuam, operador líder da Global Capital Management. "Isto ajuda os setores de consumo arbitrário, que incluivarejistas, construtores de imóveis e principalmentetransportes, que são extremamente sensível aos preços dopetróleo, que é o maior custo destas empresas".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.