Wall Street cai com proximidade de fim do ano

As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em leve baixa na quinta-feira, mesmo após três dados melhores que o esperado pela manhã.

RYAN VLASTELICA, REUTERS

30 de dezembro de 2010 | 20h03

Os indicadores não foram suficientes para incentivar novas compras em um mercado que já acumula forte valorização antes do final do ano.

No mês, o S&P 500 acumula alta de 6,5 por cento, caminhando assim para o melhor mês de dezembro desde 1991.

Indicadores sobre o mercado de trabalho, atividade empresarial e mercado de moradias vieram melhores que o esperado.

O número de pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caiu 34 mil, para 388 mil com ajustes sazonais, informou o Departamento de Trabalho. É a menor leitura desde julho de 2008, ficando abaixo das previsões de 415 mil.

Um relatório do Instituto de Gestão do Fornecimento de Chicago mostrou que a atividade empresarial na região Meio-Oeste dos EUA cresceu inesperadamente em dezembro.

A Associação Nacional de Corretores disse que os contratos para vendas pendentes de moradias usadas no país aumentaram mais que o esperado em novembro, embora as vendas tenham continuado abaixo do normal.

"Os números foram muito bons, mas os investidores estão cautelosos uma vez que é o fim do ano, especialmente levando em consideração que já tivemos um bom desempenho", disse Bruce McCain, estrategista chefe de investimentos na Key Private Bank.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuou 0,14 por cento, para 11.569 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,15 por cento, para 2.662 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve desvalorização de 0,15 por cento, para 1.257 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAFINAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.