Wall Street emenda terceira semana de alta

As principais ações norte-americanas completaram três semanas consecutivas de valorização na sexta-feira.

RODRIGO CAM, REUTERS

18 de fevereiro de 2011 | 20h10

A chegada tardia de investidores ao rali, que avança no maior ritmo já visto desde a Grande Depressão, ajudou a impulsionar os índices acionários, mesmo com sinais crescentes de um mercado superaquecido.

O Dow Jones teve variação positiva de 0,59 por cento, para 12.391 pontos. O Standard & Poor's 500 valorizou-se 0,19 por cento, para 1.343 pontos. O Nasdaq avançou 0,08 por cento, para 2.833 pontos.

Mais de 8 bilhões de dólares foram aplicados nos mercados de ações na semana terminada em 16 de fevereiro, de acordo com dados da Thomson Reuters Lipper. Analistas disseram que investidores parecem relutantes em vender, apesar do volume enfraquecido de negócios e de uma redução na diferença de preço entre ações com valorização e desvalorização.

"Tivemos um dos ralis mais impressionantes recentemente, mas o fato é que qualquer baixa nos mercados é confrontada com um poder de compra substancial", afirmou Ryan Detrick, estrategista técnico chefe da Schaeffer's Investment Research, em Cincinnati.

Cerca de 7,2 bilhões de ações trocaram de mãos na Bolsa de Nova York, na NYSE Amex e na Nasdaq, muito abaixo da média diária estimada para o ano passado, de 8,47 bilhões. Alguns apontam a falta de vendedores como a razão pela qual relativamente poucas ações estão sendo negociadas.

"O volume não tem sido normal para um mercado otimista", afirmou Detrick. "Os vendedores perderam uma boa parte do proveito que podiam tirar deste rali", disse.

Durante a maior parte de 2010, investidores colocaram dinheiro em fundos mútuos que investem em renda fixa. Porém com mais sinais da recuperação econômica e do crescimento dos índices, eles encontraram novo apetite pela compra de ações.

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.