Wall Street recua após rali de quatro semanas

Os mercados acionários dos Estados Unidos recuaram nesta segunda-feira, mas fecharam longe das mínimas da sessão, com os investidores embolsando lucros depois de um rali de quatro semanas que levou o S&P 500 ao maior nível em 10 meses na sexta-feira.

RODRIGO CAM, REUTERS

10 de agosto de 2009 | 18h35

O Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuou 0,34 por cento, para 9.337 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,40 por cento, para 1.992 pontos. O S&P 500 perdeu 0,33 por cento, para 1.007 pontos.

A baixa ocorreu antes da divulgação de uma série de dados econômicos nesta semana, entre eles o comunicado do Federal Reserve sobre as taxas de juro e a economia, bem como números mensais das vendas no varejo.

As ações de companhias ligadas a metérias-primas foram afetadas, com o índice S&P voltado ao setor caindo 1,6 por cento, uma vez que uma alta no preço do dólar reduziu o apetite de investidores por commodities.

Os papéis da AK Steel Holding cederam 4,7 por cento, enquanto os da Nucor perderam 4,1 por cento.

"Algumas empresas ligadas a recursos naturais talvez estejam sobrevalorizadas. Estamos vendo um recuo nas ações relacionadas a commodities", disse o presidente da Arsenio Capital Management, Joe Arsenio, em Larkspur, Califórnia.

Ele afirmou que também há uma realização de lucro depois da alta do mercado nas últimas semanas.

"Tem havido um pouco de dinheiro de fora que deu suporte ao rali, e é possível que parte desse fluxo esteja diminuindo um pouco desde que tivemos esse tremendo avanço", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.